FAMÍLIA E ESCOLA DE MÃOS DADAS



Srs. pais ou responsáveis,

Ao iniciarmos o ano letivo, contamos com a continuidade da parceria escola/família para ações que contribuam na formação de nossas crianças. Sendo assim, após Assembléia de pais, foram combinadas as seguintes orientações:
- Atenção para horário de entrada - 7h45min e saída - 11h45min. Nos dias chuvosos 11h30min. para todos os alunos, incluindo os 2ºs anos, que passarão a sair junto com os demais alunos, às 11h45min.;
- Definir horário para a criança dormir, visando que acorde disposta aos estudos;
- Evitar faltas e atrasos frequentes que são prejudiciais à aprendizagem;
- Comunicar ao professor se o aluno virá acompanhado ou não de um responsável;
- Registrar o telefone atualizado no caderno - ( se possível incluir um contato extra como vizinho, etc);
- Atender aos chamamentos da escola, pois eles têm como objetivo um melhor auxílio aos alunos;
- Relembre as responsabilidades ao seu filho tais como: ser pontual, respeitar os professores e colegas, prestar atenção durante a aula, ser participativo, realizar as atividades, etc;
- Após duas faltas consecutivas, justificar a ausência das mesmas junto à orientadora educacional;
- Se a criança apresentar sintomas de febre, dor de dente, e ou diarréia, evite levá-la à escola;
- Conscientize seu filho que não traga celulares, brinquedos e objetos de valor, pois a escola não se responsabilizará pelos mesmos;
- Oriente seu filho que estuda nos anos iniciais - 1º ao 5º Ano - a não utilizar o boné no ambiente escolar (devido aos conflitos entre eles).
Leia com seu filho as regras escolares que foram distribuídas para todos os alunos (e estão colocadas no caderno), pois as mesmas tem como objetivo melhor organizar a escola e um bom convívio para seu filho!!!
Estamos à disposição. 
Atenciosamente, Direção.

 
 

Educar com carinho
"Buscando o equilibrio entre amor e limites"

Principios para uma educação positiva:

1- AME INCONDICIONALMENTE!
Ame o seu filho e não o seu comportamento. Aceite-o exatamente do jeito que ele é.

2- CONSIDERE OS PRÍNCIPIOS DO COMPORTAMENTO HUMANO!
Genética, aprendizagem e ambiente são responsáveis pelo desenvolvimento do seu filho.

3- CONHEÇA DESENVOLVIMENTO DE UMA CRIANÇA!
5 a 10 anos: escolares - outras pessoas são importantes. Começa a aprender o jogo social. Passa a realmente relacionar-se com outras crianças. Também passam a ter atritos, brigas e amizades profundas. Os pais precisam incentivar o contato social e ajudar a criança a desenvolver a empatia, isto é, saber entender os sentimentos dos outros, compreender, tentar ajudar, etc.

4- CONHEÇA A SI MESMO, ISSO É FUNDAMENTAL!
Conhecer a si mesmo permite que a pessoa tome consciência de suas características indivíduais e sobre suas expectativas sobre seus filhos. Qual seu estilo de ser pai ou mãe?
Autoritário... Muito limite e pouco afeto? Permissivo... Pouco limite e muito afeto?
Negligente?... Pouco limite e pouco afeto? Perticipativo? Muito limite e muito afeto?

5- COMUNIQUE-SE POSITIVAMENTE!
As palavras marcam nossa vida. Tão importante quanto saber falar é saber ouvir.

6- ENVOLVA-SE!
Participe da vida de seu filho, mas lembre-se de respeitar e compreender as escolhas dele.

7- USE CONSEQUÊNCIAS POSITIVAS!
Reforce, elogie, recompense, valorize, demonstre seu orgulho.

8- APRESENTE REGRAS!
Supervisione o comportamento do seu filho e imponha limites.

9- SEJA CONSISTENTE!
As pessoas gostam e precisam de ritos e rotinas. Consistência torna a vida mais organizada e ajuda a construir a confiança. Crianças sempre testam a consciência... tenho paciência!

10- EVITE A PUNIÇÃO CORPORAL!
Use argumentos lógicos, éticos, morais e consequencias lógicas. Trarão melhores resultados.

11- SEJA UM MODELO MORAL!
Seu filho está sempre lhe observando, não perca a oportunidade de ensinar pelo bom exemplo.

12- EDUQUE PARA A AUTONOMIA!
Primeiro de raízes, depois asas...

Fonte de apoio: Eduque com Carinho, de Lídia Weber. Editora Juruá. Curitiba, 2007.




DICAS PARA ESTUDOS !


1- Diz o dicionário de Aurélio Buarque de Holanda: Estudar é "aplicar a inteligência para aprender, é aplicar o espírito, a memória e a inteligência para adquirir conhecimento".
2- APRENDER é compreender, memorizar e transpor o conhecimento para outras situações. Mas, principalmente COMPREENDER. Quem não compreende, sente maior dificuldade em aprender.
3- Estudar não é um fim, e sim um prazer quando se aprende a estudar.
4- O prazer de aprender, dizia Paulo Freire, é prazer de descobrir, de construir e não copiar. É o prazer de conhecer para intervir no mundo e transformá-lo.

Sugestões para maior êxito nos estudos:
a- Faça anotações nas aulas:
- Procure manter sempre em dia seu caderno.
- Anote suas dúvidas sobre o assunto dado em aula. Com maior tempo em casa, faça a sua pesquisa para descobrir por si mesmo. Isso sedimenta seu aprendizado. No entanto, se não entendeu ainda, procure o professor, não se acanhe em fazer perguntas durante a aula, mesmo que lhe pareçam infantis.
b- Prepare-se física e psicologicamente:
- Cuide sempre de seu estado físico, que é uma das condiçoes mais importantes para o bom estudo.
- Habitue-se a uma alimentação mais natural. Ela é a base da saúde física e mental.
- Descanse. Se necessário, durma um pouco antes de começar a estudar, observando sempre o horário em que você produz mais intectualmente.
c- Organize-se:
- O local de estudo deve ser arejado, claro e tranquilo. Você deve ter uma mesa onde escrever e uma cadeira com encosto para sentar-se.
- Reúna neste local todo o seu material de estudo.
- O horário de estudo deve ser respeitado. Você tem que estabelecê-lo e cumpri-lo, não se esquecendo de programar pequenos intervalos.
- Não estude mais de 2 (duas) horas sem intervalo. A cada 1 hora descanse 15 minutos.
- Faça um plano de estudo. Ele deve ser feito dia a dia, programando o estudo dos assuntos de cada aula.
d- Estude com acerto:
- Separe seu material para o dia seguinte.
- Estude diariamente a matéria ministrada em aula.
- Faça os exercícios solicitados pelos professores.
- Não deixe acumular matérias de várias disciplinas. Faça um planejamento de estudo, de forma que, no dia anterior à prova, não necessite mais estudar. O estudo na véspora da prova gera ansiedade, cansaço, insegurança e nervosismo no momento da sua realização.
- Leia com atenção, sublinhando as ideais mais importantes.
- Faça um resumo do que você lê.
- Não tente memorizar o texto com as mesmas palavras com que foi escrito. Coloque, no resumo, as suas palavras.
- Use o dicionário quando tiver dúvidas sobre o significado de uma palavra ou ortografia. Ler sem compreender é perder tempo.
- Dedique a maior parte de seu tempo e atenção para os pontos fracos do seu conhecimento sobre a matéria. 
- Quando sentir que a matéria não está sendo bem assimilada, pare, descanse e só então recomece. Não perca tempo insistindo.
- Estudar para a prova é realizar uma revisão. Revise seus apontamentos, seus livros, seus exercícios, etc. Uma boa forma de se revisar é reler os títulos procurando lembrar e dizer tudo sobre o assunto. Outra maneira é criar questões que provavelmente poderão cair na prova. 



Quem não lê, pensa que pensa.

0 comentários:

Postar um comentário